quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Estatísticas



Quando entrei no ginásio para correr, lá estava ela. Não senti nada, nem vontade de vomitar, nem o nariz a picar das memórias. Nada. B. - 1, Cabrão do Amor - 0.

Enquanto corria ao som de The Kooks, pensei que se ela nunca tivesse existido, eu provavelmente continuaria a achar que relações parcialmente platónicas e semi masoquistas eram normais. Agradeci-lhe. Mal ela sabe. Ou então sim, porque nisto as mulheres são intuitivas e ela olha sempre para mim de lado. Eu riu-me, já não finjo que me arrependo. Nem um bocadinho, fiz e voltava a fazer. Virei costas, e à saída pensei "rabuda", e nem sabe correr. B. - 2, Falta de auto-estima - 0.

Entrei no tapete e ele apareceu. Moreno do surf, barba por fazer, olho verde, braço de sonho, peito perfeito, sorrisão...tudo o que uma mulher poderia querer. Um pequeno pedaço de céu! Concentrei-me no meu parceiro de luta para não levar um tareão. Homens bonitos há muitos, homens que saibam gostar, e que gostem de mim como eu mereço, nem tanto. B. - 3, Cabrão do Amor - 0.


Para quem não gosta de estatística como eu, esta parece-me fácil. I win!

1 comentário:

  1. devia haver um botão de 'like' nos blogs!
    you go girl! :)*

    ResponderEliminar