quarta-feira, 11 de junho de 2014

Remember that day?

5 Junho 2011, 23.28h.

Depois de ter tentado 5x, finalmente tinha conseguido.
A felicidade não veio logo porque não me deixei sentir.
Quando não sentes tristeza também não sentes felicidade, isso é certo.

Mas a felicidade chegou, meses depois (muitos meses) mas chegou. E chegou sozinha, sem ninguém, mas eu.

E podia não me relembrar, não reler o que escrevi, mas de que é que serve um blog se de vez em quando não o revivemos um bocadinho. O reviver faz bem por variadissimas razões:
1º Para ver até onde cheguei e como me sinto tão feliz hoje,
2º Para me alegrar com as coisas boas e guardar algumas recordações com carinho,
3º Para saber o que aprendi com o tempo e não me esquecer jamais,
4º Para nunca mais voltar ao sitio onde já estive e fui miseravelmente infeliz.
Afina, o tempo ensina, mas não cura. Nós é que nos curamos.

2 comentários: